Notícias Diversas — 07 julho 2011

Brasília-DF, em 04 de julho de 2011.

Prezado Senhor,

 

Na qualidade de Presidente da Associação dos Oficiais Militares Estaduais do Brasil (AMEBRASIL), representando os Oficiais Policiais Militares e Bombeiros Militares de todo o país, venho, respeitosamente, expressar veemente repúdio à cena veiculada dia 29 jun do corrente ano, na novela Insensato Coração.

Na referida cena, um ator, representando um delegado de polícia, ao ser diretamente acusado de atos de corrupção, “defende-se” afirmando, em outras palavras, que “não é policial militar ou guarda municipal para ser corrupto”’, atribuindo, injustamente, essa genérica e falsa idéia para as instituições militares estaduais brasileiras e os seus integrantes.

Estou certo de que a Rede Globo de Televisão procura exercitar com responsabilidade a liberdade de expressão, constitucionalmente assegurada; assim como, não desconhece a nobreza e os riscos da espinhosa função social, também, constitucionalmente atribuída aos profissionais de segurança pública, no exercício da polícia ostensiva, da preservação da ordem pública e das ações de defesa civil em prol da população de nosso país.

Em sua imensa maioria, os militares estaduais brasileiros dedicam-se, com honra e dignidade, a esse verdadeiro sacerdócio com uma quantidade de inestimáveis serviços (raramente divulgados) em defesa da vida de seus concidadãos, do patrimônio e do pleno exercício da cidadania, ainda que, não raro, alguns tombem sacrificados no cumprimento desse dever pela ação cruel e sem limites da criminalidade.

E foram estes profissionais, mulheres e homens dedicados à causa pública, mães e pais de família – exemplos para seus filhos – que foram atingidos em sua dignidade e ofendidos com a injustificada generalização perpetrada pela cena descrita.

 

Na expectativa de que a Rede Globo persista na postura de contribuir para bem (in)formar a opinião pública e de que não tenha havido a dolosa e gratuita intenção de denegrir e macular a imagens desses profissionais, é que esta presidência solicita a Vossa Senhoria dignar-se a viabilizar, no âmbito da referida novela, novo diálogo em que se trate da corrupção como uma chaga que precisa ser combatida em todas as instituições e estruturas de poder do país e, ao mesmo tempo, retire o estigma injustamente criado pela cena descrita,  com vistas a se respeitar e preservar a dignidade das pessoas que compõem o segmento militar estadual brasileiro.

 

Na oportunidade, expresso a Vossa Senhoria votos de consideração e apreço.

 

 

ABELMIDIO DE SÁ RIBAS –Cel PMPR

Presidente da AMEBRASIL

 

Share

About Author

amebrasil

(0) Readers Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *